Os primeiros mangás e animes

A origem dos mangás data de muitos séculos, por volta de 1100, quando era comum usar gravuras para retratar situações humorísticas. Esse período, que alguns estudiosos classificam como “pré-mangá”, trazia caricaturas politicas e sociais da época.

O formato mangá começa a surgir com as gravuras ukiyo-e, no século 17, que já continham elementos como falas e pensamentos. O termo surgiu em 1814, inventado por Katsushika Hokusai, e se referia a um tipo de desenho mais solto, caricaturizado. Mas o mangá como é conhecido teve suas características introduzidas por Osamu Tezuka.

Já o primeiro anime é de 1907. Trata-se de um desenho de apenas três segundos, bem rudimentar, de um garoto escrevendo em uma lousa. Outros trabalhos posteriores podem ser considerados históricos, como Namakura Gatana, um curta-metragem de comédia de dois minutos de duração produzido em 1917.

No entanto, a julgar pelo conceito moderno de anime, o primeiro foi Hakujaden, de 1958, baseado numa lenda chinesa de uma serpente branca. Já a primeira série para televisão foi Otogi Manga Calendar, em 1961, que apresentava curiosidades históricas em três minutos.

Por fim, coube a Astro Boy, de Osama Tezuka, a honra de ser o primeiro anime em formato seriado, que se tornou tão comum não só no Japão, mas no mundo inteiro.

Fonte: Mundo Estranho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.