Hatsune Miku

Hatsune ->sobrenome Miku ->nome foi originalmente criada para vender um software (programa) chamado Vocaloid – já existiam seis outros vocaloids na época -. Ele serve para criar “vozes”, assim como existem softwares com sons de guitarras, baterias e pianos, Vocaloid serve para ter sons de vozes humanas, ou seja, ele canta (é necessário que a pessoa digite letras e melodias).
Foi criado na Universidade Pompeu Fabra na Espanha e a Yamaha Corporation se interessou pelos resultados, bancando o investimento e desenvolvendo um produto comercial. Os primeiros Vocaloids, Leon e Lola, foram lançados pelo estúdio Zero-G em 2004.

Então, em 31 de agosto de 2007 a Crypton Future Media lançou Hatsune Miku (de acordo com a empresa, o nome escolhido significa”a voz do futuro”), que utiliza as tecnologia de canto Vocaloid 2, 3 e 4 da Yamaha Corporation. Sua voz é sintetizada da dubladora japonesa Saki Fujita e o desenho foi feito por Kei Garou.

 

Para ajudar na produção 3D, o programa MikuMikuDance ou MMD foi desenvolvido como um programa independente por Yu Higuchi para ajudar os produtores de Vocaloid, que precisavam de vídeos para mostrar suas músicas no NicoNico (YouTube do Japão). As expressões faciais dos personagens podem ser alterados e som pode ser colocado para criar um videoclipe (todo o conteúdo é distribuído gratuitamente pelos usuários e o software vem com modelos dos Vocaloids da Crypton).

Em 2009 foi lançado o jogo Project Diva, desenvolvido pela Sega e no início ficou só no Japão. Você deve apertar os botões de acordo com que aparecem na tela para dar ritmo à música e assim o personagem pode cantar e dançar. O mais interessante é que as notas podem aparecer em qualquer lugar na tela. Sendo assim, você precisa ter muita atenção durante as partidas. Com vários níveis de dificuldade (conforme ele aumenta aparecem mais botões para apertar), com várias roupas, personagens, objetos para mudar a casa deles para liberar.

Nos shows (concertos) ela já foi apresentada de várias formas diferentes. A menina pula, canta, interage com a plateia e se comporta como uma cantora normal, enquanto uma banda (de carne e osso) faz o som por trás.


Sobre o fato de Hatsune Miku não ser humana, é algo totalmente irrelevante, afinal quantos artistas reais que conhecemos não utilizam programas de computador para melhorar a sua voz?

Você sabia que o físico teórico e cosmólogo Stephen Hawking fala com uma voz sintetizada? É como se fosse a versão 1.0 do Vocaloid.

Ao longo do tempo as máquinas foram substituindo os humanos: as pernas pelo carro, a força dos braços e das pernas pela força hidráulica e o cérebro pelo computador. Qual a diferença de mudar a voz humana por um Vocaloid?

A Hatsune Miku não se envolve com drogas, nem acidentes de carro, nunca será flagrada por paparazzi e nunca vai perder sua voz.

A imagem de Hatsune Miku pode ter sido feita pela Crypton, mas sua personalidade e tudo que ela representa foi feita pelos fãs, além disso, o visual de Hatsune é escolhido por meio de votações entre os fãs nas redes sociais.

Anúncios

2 comentários sobre “Hatsune Miku

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s