Diferença entre ciência e religião

A maioria das pessoas, quando se questiona (ou questiona os pais, na infância) sobre a origem do universo, tem como primeira informação a de origem mitológica ou religiosa. A religião está pronta para nos abraçar, oferecendo respostas sagradas e milenares para diversas questões, como, inclusive, a origem do universo. Diferentes povos com diferentes culturas, porém, oferecem, baseados em seus sistemas de crenças, respostas diferentes: enquanto as religiões cristãs apontam uma divindade criando os céus e a Terra ao longo de uma semana, a tradição Boshongo afirma que viemos do vômito do grande deus Bumba, como Veronica Parkes, graduada em estudos medievais, nos conta aqui.

Como você talvez já tenha ouvido por aí ou aprendido na escola, a Teoria do Big Bang, ou Modelo Cosmológico Padrão, é a resposta científica mais aceita para explicar as características do universo.

Universo
Linha do tempo da expansão Universo

Ela é bem diferente de todos esses mitos de criação. A diferença está, justamente, na forma como a ciência produz conhecimento. Enquanto a religião explica o mundo baseado em afirmações ditas reveladas, divinas e dogmáticas, o exercício científico segue no sentido oposto: temos que nos opor ao dogma, às verdades absolutas e inquestionáveis.

O conhecimento científico vem de uma conversa constante com a razão. A partir da razão, elaboramos hipóteses (ideias) e planejamos um jeito de tentar provar como essa hipótese pode estar errada. Com a experimentação, a medição e a observação temos a capacidade de colocar nossas hipóteses à prova, ou seja, comparar os resultados previstos pela hipótese com os resultados obtidos. Se passar nos testes, ela vai se tornar teoria, lei ou postulado.

Para quem quer saber qual a diferença entre teoria, lei e postulado clique aqui

Outro ponto importante é que elas não são fixas e imutáveis. À medida que novos fenômenos são descobertos, eles podem acabar contradizendo as previsões das teorias, leis ou postulados vigentes. Quando isso acontece, há duas possibilidades: ou o teste foi feito incorretamente, ou então a teoria, lei ou postulado é incapaz de explicar o resultado. Assim, ao longo do tempo, elas evoluem. Elas vão sendo corrigidas, melhoradas e até abandonadas, para serem substituídas por outras, melhores. Essa é a principal diferença entre o conhecimento científico e o religioso.

Anúncios

Um comentário sobre “Diferença entre ciência e religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.