Reentrada do segundo estágio do Falcon-9 ilumina o céu nos EUA (26/03/2021)

A reentrada do corpo de um foguete iluminou os céus do Noroeste Americano na noite desta quinta feira, 25 de março. Por volta das 21:00 no horário local (01:00 da manhã do dia 26 no horário de Brasília), moradores da região começaram a ver uma série de bolas de fogo cruzando o céu, vindas de sudoeste em direção ao nordeste. Como os objetos eram lentos, muitos conseguiram pegar o celular e registrar o fenômeno. 

Segundo a BRAMON, a Rede Brasileira de Observação de Meteoros, que analisou as imagens, trata-se do segundo estágio do foguete Falcon-9 da SpaceX (NORAD 47782) lançado em 04 de março deste ano, a partir do Kennedy Space Center, na Califórnia. Este lançamento levou para o espaço o 17° grupo de 60 satélites da Constelação Starlink, que deve prover internet via satélite para todas as regiões do planeta.

Este segundo estágio do Falcon-9 possui algumas partes capazes de resistir ao processo de reentrada e podem chegar ao solo e, embora as chances sejam mínimas, essas partes podem causar algum dano. Por esse motivo, a SpaceX planejou uma manobra. Ela consiste basicamente em ativar os motores para frear o foguete em órbita, forçando a reentrada em um local seguro. O planejamento era realizar essa manobra 2 horas e meia após a decolagem, provocando a reentrada sobre o Oceano Índico em uma área previamente calculada e devidamente evacuada.

Falcon 9

Entretanto a manobra não funcionou. Observadores amadores de satélites perceberam que o objeto permanecia em órbita mesmo depois do horário planejado para reentrada. Depois disso, os novos parâmetros orbitais foram calculados, e a reentrada natural do foguete estava prevista para ocorrer às 23:07 do dia 25, no horário de Brasília, sobre o Oceano Pacífico. A previsão foi feita por Joseph Remis, especialista em cálculos de reentrada e tinha uma margem de erro de 3 horas.

A reentrada do segundo estágio do foguete Falcon-9 terminou ocorrendo à 01:00 da manhã do dia 26 (dentro da margem de erro) no norte da Costa Oeste Americana. As partes mais resistentes provavelmente devem ter caído próximo à fronteira com o Canadá mas, até o momento, não há relatos de danos.

Segundo tratados internacionais, a SpaceX, proprietária do foguete, é responsável por resgatar os detritos encontrados e indenizar os moradores em caso de possíveis danos. 

Fonte: http://www.bramonmeteor.org/bramon/reentrada-do-segundo-estagio-do-falcon-9-ilumina-o-ceu-nos-eua/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.