Ciência do Amanhã

A ciência avança com mais ciência

O que a ciência fez por você?

Clique aqui para ouvir o texto

O conhecimento científico nos permite construir novas tecnologias, que muitas vezes nos permitem fazer novas observações sobre o mundo, que, por sua vez, nos permitem construir ainda mais conhecimento científico, que então inspira outra tecnologia … e assim por diante. Para deixar claro o quão profundamente a ciência está entrelaçada em nossas vidas, tente imaginar um dia sem progresso científico. Só para começar, sem a ciência moderna, não haveria:

Nenhuma maneira de usar a eletricidade

Dos estudos de Ben Franklin (e outros) sobre estática e relâmpagos nos anos 1700, à primeira bateria com uma corrente constante de Alessandro Volta, à descoberta-chave da relação entre eletricidade e magnetismo, a ciência construiu constantemente nossa compreensão da eletricidade, que hoje carrega nossas vozes através das linhas telefônicas, entretenimento para as nossas televisões e mantém as luzes acesas.

Ben Franklin
Ben Franklin
Alessandro Volta
Alessandro Volta

Sem plástico

O primeiro plástico totalmente sintético e termoendurecível – ou seja, uma vez moldado, ele mantém sua forma mesmo se aquecido ou submetido a vários solventes – foi feito por um químico no início de 1900 que foi chamado de baquelita e, desde então, a química desenvolveu uma grande variedade de plásticos adequados para todos os tipos de trabalhos, desde bloquear balas até fazer fio dental mais liso.

A baquelita foi particularmente adequada para as indústrias elétricas e automotivas emergentes por causa de sua resistência extraordinariamente alta (não apenas à eletricidade, mas também ao calor e à ação química). Logo foi utilizado para todas as partes não condutoras de rádios e outros dispositivos elétricos, como bases e tomadas de lâmpadas e tubos de elétrons, suportes para qualquer tipo de componentes elétricos, tampas de distribuidores de automóveis e outros isoladores.

Nenhuma agricultura moderna

A ciência transformou a maneira como comemos hoje. Na década de 1940, os biólogos começaram a desenvolver variedades de alto rendimento de milho, trigo e arroz, que, quando combinados com novos fertilizantes e pesticidas desenvolvidos por químicos, aumentaram drasticamente a quantidade de alimentos que poderiam ser colhidos em um único campo, dando início a Revolução verde. Essas tecnologias baseadas na ciência desencadearam mudanças marcantes na agricultura, aumentando maciçamente a quantidade de alimentos disponíveis para alimentar o mundo e, simultaneamente, transformando a estrutura econômica das práticas agrícolas.

Nenhuma medicina moderna

No final dos anos 1700, Edward Jenner mostrou pela primeira vez de forma convincente que a vacinação funcionava. Nos anos 1800, cientistas e médicos estabeleceram a teoria de que muitas doenças são causadas por germes. E na década de 1920, Alexander Fleming descobriu o primeiro antibiótico. Desde a erradicação da varíola até a prevenção de deficiências nutricionais e tratamentos bem-sucedidos para infecções antes mortais, o impacto da medicina moderna na saúde global tem sido poderoso. Na verdade, sem a ciência, muitas pessoas vivas hoje teriam morrido de doenças que agora são facilmente tratadas.

Edward Jenner
Edward Jenner
Alexander Fleming
Alexander Fleming

Clique no vídeo para ouvir o texto:

Respondemos essa mesma pergunta de outro jeito aqui: https://cienciadoamanha.com/2021/10/14/como-a-ciencia-conecta-coisas-tao-diferentes-do-dia-a-dia/

Fontes: https://www.britannica.com/biography/Benjamin-Franklin/Achievements-and-inventions

https://americanhistory.si.edu/powering/past/prehist.htm

https://www.acs.org/content/acs/en/education/whatischemistry/landmarks/bakelite.html

https://undsci.berkeley.edu/article/whathassciencedone_01

https://www.fao.org/3/j3205e/j3205e00.htm

https://www.britannica.com/biography/Norman-Borlaug

https://www.britannica.com/biography/Edward-Jenner

https://www.acs.org/content/acs/en/education/whatischemistry/landmarks/flemingpenicillin.html#:~:text=But%20it%20was%20not%20until,Mary’s%20Hospital%20in%20London.

https://www.britannica.com/science/germ-theory

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: