Cientista muda algo em sua vida?

O que levou o inventor do tempero pegar algumas raízes e jogar na comida dele? O que será que tinha na cabeça do primeiro ser humano que resolveu entrar no barco e navegar no oceano sem saber aonde ia ou não ter terra?

Primeiro exemplo:

Em 1608 o fabricante de lentes Hans Lippershey, registrou a primeira patente de uma luneta na história. Essa luneta aumentava os objetos em 3 vezes.

Hans Lippershey

Um ano depois dessa patente ser registrada, Galileu Galilei teve contato com essa invenção e resolveu fazer a dele, até que ele conseguiu chegar a uma luneta que ampliava as coisas em até 30 vezes. Só que a luneta de Hans Lippershey servia para guerra, Galileu resolveu apontar sua luneta para o céu, para satisfazer a curiosidade.

Galileu Galilei

Com essa iniciativa, que era apenas de curiosidade científica, ele fez uma revolução: fez descobertas com relação a geografia da Lua, descobriu que Júpiter tinha “Luas” também, manchas solares, criou bases observacionais para entendermos que os corpos do sistema solar giram ao redor do Sol e não da Terra.

Um aparelho que servia originalmente para guerra, serviu como base para mudar completamente a compreensão sobre nosso lugar no universo, mas ninguém poderia prever esse impacto, logo que esse aparelho foi inventado.

Segundo exemplo:

Na Grécia Antiga já existiam pessoas se perguntando porque algumas pedras atraiam folhas secas. Até que um dia Michael Faraday descobriu que se fosse deslocado um imã perto de um fio de cobre, era gerado uma corrente elétrica. Graças a ele, outros físicos desenvolveram o que é a base do electromagnetismo.

Michael Faraday

Outros cientistas foram fazer os mesmos experimentos cada vez mais complicados e mais variados. Mas os primeiros cientistas que começaram a estudar o electromagnetismo não imaginavam que iriam descobrir a eletricidade, nenhum deles poderia imaginar que não viveríamos sem energia elétrica. Eles não estavam pensando em inventar uma coisa sem a qual a nossa sociedade não vive hoje, que é o Wi-Fi. Nenhum deles estava pensando em inventar a televisão, o rádio ou celular, só o que eles tinham era uma necessidade de explicar esses mistérios. Com isso eles basicamente inventaram a sociedade moderna.

Os grandes marcos da nossa sociedade não são batalhas ou conquistas, são mudanças na forma de investigar a realidade. Cada vez que descobrimos um jeito novo de investigar a natureza, nossa sociedade muda profundamente.

Terceiro exemplo:

Por causa da curiosidade insaciável dos cientistas, eles começaram a estudar o que é chamado de Radiação de Corpo Negro. Esse teste consiste em apenas aquecer um tipo de objeto e analisar a radiação que ele emite. O espectro de radiação que eles encontraram era totalmente diferente do que a termodinâmica clássica previa ou seja, em uma nova forma de testar o nosso conhecimento, esbarramos no limite da nossa teoria. E agora? Senta e chora? Tem coisas misteriosas nesse mundo que nunca vamos entender? NÃO! Tentamos novas formas de entendê-lo. Reconhecemos que a teoria tem um limite e corre atrás de melhorar essa teoria ou formulamos uma nova teoria.

Então toda comunidade científica da época começa a investigar esse fenômeno, cada um de um jeito. Com o tempo, com todo trabalho que vai surgindo a partir desses experimentos temos a criação da física quântica e com o tempo temos computadores.

O fato é que as revoluções tecnológicas foram causadas pela curiosidade científica e não porque tinha alguém escolhendo qual vai ser a nova tecnologia que vai ser desenvolvida.

Se ao invés de investigar o Efeito Fotoelétrico alguém falasse para Einstein:”Invente o Laser”, nunca iria sair nada, ao invés disso, ele seguiu a própria curiosidade científica e de vários outros cientistas. Outras pessoas vieram e inventaram essas tecnologias.

Essa ciência de base, essa ciência que é feita sem visar uma tecnologia, essa ciência que é feita por curiosidade pura, é responsável por todo o nosso estilo de vida moderno. É graças a esses curiosos que você tem banho quente, que você pode falar a distância com seus amigos.

Respondemos essa mesma pergunta de outro jeito aqui: Para que serve a ciência?

Créditos:Primata Falante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.