Ciência do Amanhã

A ciência avança com mais ciência

O que foi a bomba Tsar?

Clique aqui para ouvir o texto

Tsar Bomba (“Rei das Bombas”), com sobrenome RDS-220, também chamado de Big Ivan, foi uma bomba termonuclear soviética, detonada em um teste sobre a ilha de Novaya Zemlya, no Oceano Ártico, em 30 de outubro de 1961. Foi a maior arma nuclear já detonada, e produziu a mais poderosa explosão causada por humanos.

Novaya Zemlya
Novaya Zemlya

A bomba foi construída em 1961 por um grupo de físicos soviéticos (que incluía Andrey Sakharov) para ser uma demonstração de força soviética. Tinha três estágios e era incomparável em poder! Na época, a Guerra Fria entre a URSS e os Estados Unidos estava ficando cada vez mais tensa.

Andrey Sakharov
Andrey Sakharov

Ela tinha uma capacidade de 100 megatons, embora a precipitação resultante de tal explosão fosse considerada muito perigosa para uma situação de teste. Assim, foi modificada para produzir 50 megatons (algumas fontes sugerem que ela teve 57-58 megatons), o que equivale a 50 milhões de toneladas de explosivos convencionais ou mais de 1.500 vezes a força das bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki juntas. A arma resultante pesava 27 toneladas, com um comprimento de cerca de 8 metros e um diâmetro de cerca de 2 metros.

Tsar Bomba
Bomba Tsar

Um bombardeiro Tu-95V foi modificado para transportar a arma, que estava equipada com um paraquedas especial que retardaria sua queda, permitindo que o avião voasse a uma distância segura da explosão. Ela foi acompanhada por um laboratório aéreo Tu-16 “Badger” para observar e registrar o teste. Aproximadamente às 11h32, horário de Moscou, a Tsar Bomba foi lançada sobre o local de teste da baía de Mityushikha, na ilha deserta de Novaya Zemlya. Ela explodiu cerca de 4 km acima do solo, produzindo uma nuvem em forma de cogumelo com mais de 60 km de altura; o flash da detonação foi visto a cerca de 1.000 km de distância. Todos os edifícios em Severny (de madeira e tijolo), a uma distância de 55 km, foram completamente destruídos. Em distritos a centenas de quilômetros do marco zero, foram destruídas e casas de pedra perderam seus telhados, janelas e portas; e as comunicações de rádio foram interrompidas por quase uma hora. Além disso, estimou-se que o calor da explosão teria causado queimaduras de terceiro grau a até 100 km de distância. Apesar de ter explodido na atmosfera, gerou sinais sísmicos substanciais. De acordo com um boletim do Serviço Geológico dos EUA, tinha magnitude sísmica mb = 5,0 a 5,25.

Embora um sucesso, a bomba Tsar nunca foi considerada para uso operacional. Dado seu tamanho, o dispositivo não poderia ser implantado por um míssil balístico. Em vez disso, a bomba teve que ser transportada por aeronaves convencionais, que poderiam ser facilmente interceptadas antes de atingir seu alvo. Assim, a Tsar Bomba era vista como uma arma de propaganda.

Clique no vídeo para ouvir o texto:

Fontes: https://www.britannica.com/topic/Tsar-Bomba

https://www.iflscience.com/tsar-bomba-the-biggest-nuclear-bomb-ever-detonated-65978

https://www.livescience.com/tsar-bomba-secret-test-footage-declassified.html

http://www.nuclearweaponarchive.org/Russia/TsarBomba.html

http://www.johnstonsarchive.net/nuclear/multimeg.html#S2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: